Endometriose intestinal: O que é, Sintomas e diagnóstico

A endometriose é uma doença crônica na qual o endométrio, tecido localizado habitualmente dentro do útero, encontra-se fora da cavidade uterina. Sendo assim a endometriose intestinal é caracterizada pela presença de endométrio à volta das paredes do intestino que dificultam a sua função e causam intensa dor abdominal.

De modo geral. a endometriose se refere à presença do tecido endometrial fora da cavidade uterina. Estima-se que atinja até 10% das mulheres até os 40 anos de idade.

A endometriose intestinal ocorre em até 15% dos casos de endometriose. Em até 75% dos casos, os segmentos intestinais acometidos são o cólon sigmóide e o reto.

Dessa forma, a endometriose, algumas vezes é encontrada na parede do intestino, denominada endometriose intestinal. De acordo com as informações do Centro de Endometriose São Paulo, é estimado que a endometriose atinja, pelo menos, de 10 a 15% em mulheres em idade reprodutiva no mundo, mas acredita-se que, atualmente, este número seja superior a 20%.

A endometriose intestinal é caracterizada pela presença de endométrio à volta das paredes do intestino que dificultam a sua função e causam intensa dor abdominal.

menstruacija problemi

Sintomas da endometriose intestinal

Os principais sintomas da endometriose intestinal são a algia pélvica, hipermenorragia, infertilidade, dispareunia e alterações da evacuação e da micção Na endometriose intestinal é comum que a mulher tenha como sintoma uma dor pélvica, principalmente nos dias em que antecedem a menstruação e mudança nos hábitos intestinais.

Foram constatados casos em que o tecido endometrial ainda não se espalhou muito e a doença não produz qualquer sintoma. Nestes casos, o tratamento é mais fácil e nem sempre a cirurgia será necessária para retirar o tecido do intestino.

 

Diagnóstico da endometriose intestinal e tratamentos

Por vezes o exame ginecológico mostra-se normal e a endometriose intestinal só é diagnosticada mediante a realização de exames de imagem, como a tomografia computadorizada e a laparoscopia, que permitem visualizar o tecido endometrial aderido ao intestino e, às vezes, em outras áreas adjacentes.

O tratamento para endometriose intestinal pode ser feito com a toma de medicamentos hormonais ou cirurgia. A cirurgia é indicada para os casos mais graves quando os sintomas da doença são insuportáveis e a toma de medicamentos é ineficaz.

Quando os sintomas se destacam pelo sangramento pelo ânus durante a menstruação e pela presença de sangue nas fezes, a doença geralmente não irá responder bem a medicamentos e a cirurgia para a retirada do tecido é a forma de tratamento mais indicada.

endometriose intestinal 2

Complicações da endometriose intestinal

Uma das complicações da endometriose é que, apesar do tecido endometrial poder ser retirado, os médicos não garantem a cura da doença. Mesmo que a mulher aparentemente esteja curada, é preciso realizar exames regularmente para verificar se a doença não voltou.

Nos casos de endometriose intestinal, sensação de evacuação incompleta e dor pélvica aliviada pela evacuação, além do sangramento retal na forma de hemtoqueia são provavelmente os sintomas mais frequentes. Por outro lado, parece ser correto pensar que a presença ou ausência de um determinado sintoma não remite incluir ou descartar a hipótese diagnóstica de endometriose intestinal. O que leva forçosamente à conclusão de que muitos senão a maioria dos casos de endometriose intestinal são assintomáticos ou insuspeitados.

Deixe um comentário